Projetos de sucesso com preço que cabe no budget


23.05 Dia Nacional do Combate ao Glaucoma

No dia 26 de maio de 2013 será celebrado o Dia Nacional do Combate ao Glaucoma, doença normalmente silenciosa, mas que em casos agudos apresenta sintomas que vão de fortes dores de cabeça; enjoos e fotofobia a fortes dores no globo ocular.

A doença é na maioria dos casos de origem genética, fazendo com que pessoas com histórico familiar de glaucoma entrem em no grupo de risco. Entretanto, de acordo com as estatísticas informadas pela ABRAG (Associação Brasileira dos Amigos, Familiares e Portadores de Glaucoma), de 1a 2% da população acima de 40 anos, possui algum tipo de Glaucoma.

O Glaucoma é uma doença caracterizada pela lesão do nervo óptico, conforme o que explica o Instituto Benjamin Constant. Os tipos de Glaucoma são divididos em crônico e agudo, que se diferem pelas seguintes características, respectivamente: perda da visão periférica ocasionada por lesão originada na retina e elevação altíssima da pressão interna do olho, o que causa perda súbita e grave da visão (a média da pressão é 16 mmg, porém varia entre 12 até 23 mmg sem, no entanto, causar problemas na maioria das pessoas).

O diagnóstico é feito através de exames oftalmológicos que servem para aferição da pressão intraocular, conhecido como tonometria de aplanação; exame do fundo de olho, que avalia a existência de lesão do nervo óptico; ginoscopia, exame responsável pela detecção do tipo de Glaucoma e avaliação de campo visual, onde a perda de campo visual é identificada.

Dentre as medidas preventivas está a atenção a remédios que podem interferir na pressão ocular. Contudo, um oftalmologista sempre deve ser consultado e a cautela com o histórico familiar é fundamental. Em casos onde já houver lesão no nervo óptico, a pressão ocular é o único fator que pode ser controlado, retardando assim os efeitos da doença. O controle e a medicação são à base de colírios, que são de uso vitalício.

A Associação Brasileira dos Amigos, Familiares e Portadores de Glaucoma (ABRAG), é uma instituição que teve sua fundação no ano 2000, e conta com o apoio de escolas superiores de Medicina, do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, da Sociedade Brasileira de Glaucoma, de médicos especialistas e das empresas fabricantes de medicamentos. A organização tem a função de reunir informações que alertem para os cuidados necessários e a gravidade da doença, que pode levar a cegueira total sem reversão. A ABRAG ainda conta com o apoio de vários nomes conhecidos da arte brasileira, que usam de sua imagem para atrair a atenção para esse problema sério, que em alguns casos pode sofrer retardo dos males, através do uso de medicação adequada.

Fontes: Instituto Benjamin Constant e ABRAG

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: